Institucional

O CTN – Centro de Tradições Nordestinas – foi concebido como um recanto de encontro da comunidade nordestina de São Paulo e mantém o trabalho de preservação e valorização da cultura nordestina.

A fundação do CTN foi inspiração do empresário e radiodifusor José de Abreu, em maio de 1991, para mudar o cenário de intenso preconceito e ignorância contra os migrantes nordestinos que residiam na capital paulistana.

Ao longo dos anos, o CTN desenvolveu trabalhos sociais e que ainda mantem. No ano de 2003, conquistou o reconhecimento de Organização de 

Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) e de Utilidade Pública Municipal pela Prefeitura de São Paulo. Hoje a abrangência do trabalho social ganhou destaque principalmente na região da zona norte e as demais regiões da cidade. O pedacinho do Nordeste em São Paulo, como é popularmente conhecido, oferece experiências culturais que abrangem toda a memória do nosso Nordeste: música, gastronomia, cultura, fé e social. O centro atrai mensalmente mais de 70 mil pessoas, entre nordestinos, paulistanos e turistas.

Informações Gerais

O CTN fica aberto ao público de segunda à quinta no horário de almoço, das 11h às 15h. Às sextas e sábados o funcionamento é das 11h às 05h e aos domingos das 11h às 22h. A entrada é franca em todos os dias, exceto às sextas-feiras.

Nossa História

A Rádio Atual (AM 1370 KHZ) foi fundada em 15 de novembro de 1990.
Em meio a predominância das músicas estrangeiras sobre as nacionais, a Rádio Atual se firma na capital e na grande São Paulo como a primeira emissora com programação exclusivamente voltada para enaltecer as músicas regionais.

Forró, baião, xaxado, xote, repente e outros ritmos típicos chegavam às casas da população paulista, dando vez a expressões musicais e culturais até então marginalizadas. A proposta ganhou visibilidade e no terceiro mês de funcionamento, a Rádio chegou a ocupar o terceiro lugar de audiência.
Aos poucos, tornou-se uma tribuna em defesa de cerca de 2 milhões de nordestinos que residiam em São Paulo e um dos grandes difusores do forró no centro-sul do país.

Como reconhecimento, a Rádio Atual recebeu o Prêmio Colunistas, da Associação Brasileira dos Colunistas de Marketing e Propaganda (Abracomp), como o case mais interessante de programação radiofônica de 1990.

Timeline CTN

1991

Fundado em maio de 1991, O Centro de Tradições Nordestinas (CTN) é a principal referência em centro de cultura, entretenimento e gastronomia nordestina na cidade de São Paulo.  Atualmente faz parte do roteiro turístico e de lazer dos paulistanos e, principalmente, o recanto para os nordestinos desfrutarem de seus hábitos e costumes.

1993

Marcado por prolongadas estiagens na região Nordeste do país, o CTN e a Rádio Atual lançam a campanha “SOS Nordeste”. Foram arrecadadas mais de 700 toneladas de alimentos e mantimentos, que foram enviados e distribuídos em cidade e povoados nordestinos, como Pão de Açucar, Boa Esperança, Lagoa de Pedra, Meirus, Ipueiras e Campo Alegre.    

1994

Em três de março de 1994, o CTN recebe a visita do Frei Damião, data em que completava 96 anos, realizando uma missa que reuniu milhares de pessoas, e recebendo o carinho dos presentes com uma festa de aniversário e um bolo de 96 metros.

1998

No mês de agosto de 1998, foi inaugurada a Igreja Nossa Senhora da Conceição. A igreja foi construída um ano depois que a pedra fundamental foi lançada, como uma homenagem a Frei Damião, além de oferecer ao nordestino um espaço para sua devoção e fé.

2003

Em 2003, o CTN recebe do Ministério da Justiça o reconhecimento de Organização de Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), pelos trabalhos sociais que o CTN desenvolve e mantem.   

2004

O palco do Centro de Tradições Nordestinas passa receber os grandes nomes da música brasileira como Elba Ramalho, Leonardo, Calcinha Preta, Zezé di Camargo e Luciano, Aviões do Forró, Calypso, Garota Safada, entre outros.

2009

Para promover a arte e a cultura nordestina, em 2009, o CTN participou da Virada Cultural, na cidade de São Paulo, em parceria com a Casa das Rosas, para realizar a uma exposição literária em homenagem ao poeta Patativa do Assaré.

2011

Neste ano o CTN criou o Casamento Comunitário. O projeto é fruto de um trabalho que envolve entidades sérias como a Secretaria de Justiça e Cidadania de São Paulo e o Centro de Integração e Cidadania (CIC), atendendo cerca de 100 casais anualmente, sem custo nenhum para os noivos.

2015

O CTN passou a promover o maior arraial da capital paulista: O São João de Nois Tudim. O evento tem o objetivo de proporcionar ao público a diversidade e a riqueza de experiências que permeiam a cultura popular da festa de São João do Nordeste. O clima de festa do interior invade o espaço com fogueira, barracas de jogos e comidas típicas.

2016

Em maio de 2016, a entidade completou 25 anos de história comprometida com a comunidade nordestina e sua responsabilidade social. Ao longo de um ano foram realizadas diversas ações que marcaram os festejos dessa data especial.