Missa especial marca 87 anos de saudades de Padre Cícero

18/07/2021 - 15:59 - Notícias, Sala de Imprensa




O CTN realiza nesta terça-feira, dia 20 de julho, uma missa especial em memória do padre Cícero Romão Batista. A celebração que marca os 87 anos de saudades do religioso acontece a partir das 15h na Capela Imaculada Conceição e também ao vivo na página do CTN no Facebook

Seguindo recomendações de segurança, o evento tem público presencial reduzido, com agendamento via WhatsApp. O telefone é (11) 93152-2363. Além disso, a capela recolhe doações de alimentos não perecíveis dos visitantes para obras de caridade.

Padre Cícero Romão Batista ou simplesmente Padim Ciço era cearense da cidade de Crato. Faleceu aos 90 anos, dia 20 de julho de 1934 em Juazeiro do Norte, cidade da qual foi o primeiro prefeito em 1911. O CTN guarda a sua memória junto a de Frei Damião como ícones da fé do povo nordestino. 

Valdeir Dedé, teólogo e secretário da Capela Imaculada Conceição, conta mais sobre essa relação. “Um continua a missão do outro. Os dois representam a coluna de fé, são os patronos dos nordestinos. No Nordeste, para falar de religiosidade, já vem na mente quem? Frei Damião, o homem da caridade e oração e Padre Cícero, o homem da escuta e da ação”.

Padre Cícero sempre se preocupou com o bem estar social e espiritual das pessoas. “Falar do nordestino é ter Padre Cícero como aquele primeiro protetor”, lembra Dedé. Foi por intermédio de Frei Damião, também devoto de Padre Cícero, nascido mais de 50 anos depois dele, que a Família Abreu recebeu de presente do povo de Juazeiro, o Ford 1924 que Padre Cícero usava e 3 imagens que compõem o acervo da capela, duas de tamanho real.

O padre conduziu vida religiosa e política por muitos anos. “Ele era um grande empreendedor. Padre Cícero sempre dizia às famílias que visitava: “Na casa não pode faltar a oficina para o trabalho e o oratório para a oração. Era oração e trabalho“, afirma Dedé.

Durante sua obra, Padim Ciço construiu poços, escolas, cemitérios. Já tinha consciência ecológica, ensinando o uso correto da água para cultivo entre outros conselhos ecológicos. Valorizava muito o artesanato. “A gente vê Padre Cícero como um exemplo porque ele era um padre cheio de outros talentos, né? Os trabalhos artesanais, manuais”, destaca Dedé.

O CTN busca preservar essa história, relembrando a trajetória de Padre Cícero com gratidão, um sentimento que se reflete na fé dos visitantes. “O chapéu do Padre Cícero está sobre nossas cabeças. É a proteção de Deus sobre nossas vidas e representa também a força do nordestino diante do sol. Vai pra lavoura, acorda cedo, enfrenta a seca. Esse é Padre Cícero: representa a resistência e a religiosidade do povo nordestino em São Paulo”, Dedé conclui, convidando todos para acompanhar a missa, ministrada pelo capelão local, o Padre João Evangelista de Sousa.


Voltar para Notícias

Rua Jacofer, 615
Bairro do Limão
São Paulo - SP

Tel.: (11) 3488.9400

Newsletter CTN (Cadastre-se e receba nossas novidades)